Descubra o que procurar em uma cidade para determinar sua capacidade de caminhar ao planejar suas viagens.

Caminhando na rua de paralelepípedos Shutterstock

Para muitos viajantes, a decisão de passar alguns dias em uma cidade internacional depende de sua caminhabilidade. Ficar em uma cidade caminhável geralmente é muito mais acessível do que em algum lugar que exija que você alugue um carro para dirigir entre as atrações. Então, o que define uma cidade caminhável? Esses são alguns dos fatores que tornam uma cidade mais caminhável.

Contents

12/12 Um animado centro da cidade

Um próspero centro da cidade com muito a oferecer é o coração do que torna uma cidade caminhável. Destinos como Nova York, Buenos Aires ou Paris são altamente caminháveis ​​porque possuem centros urbanos repletos de bares, restaurantes e lojas, incentivando viajantes e moradores a passar o tempo no centro da cidade a qualquer hora do dia. Quando há tanto para fazer em uma área concentrada, é fácil explorar uma cidade por um dia a pé.

11/12 Um centro histórico da cidade

Da mesma forma, as cidades que possuem um centro histórico ou Cidade Velha também são altamente caminháveis. Hotéis e AirBnBs estão normalmente disponíveis perto dessas áreas porque são muito populares entre os turistas, tornando mais fácil para os viajantes se hospedar na parte mais pitoresca de uma cidade e perto de todas as principais atrações. Exemplos de cidades altamente caminháveis ​​com centros históricos e cidades antigas incluem Tallinn (Estônia), Dubrovnik (Croácia) e Marrakech (Marrocos).

10/12 A Layout compacto

As cidades que são densamente povoadas dentro de uma área concentrada são tipicamente mais caminháveis ​​do que aquelas que se espalham. Um exemplo é a cidade de Los Angeles, que exige absolutamente que os viajantes aluguem um carro ou paguem por viagens de Uber durante a visita para se locomover. Isso se deve à dispersão da cidade. As cidades onde as principais atrações estão mais próximas, como Toronto ou Roma, são muito mais fáceis de percorrer.

9/12 Trilhas para caminhada à beira-mar

Parte do que torna uma cidade caminhável é a adição de trilhas e caminhos panorâmicos que incentivam as pessoas a optar por caminhar em vez de dirigir ou usar o transporte público. Para os turistas, as trilhas cênicas à beira-mar são uma atração que torna a cidade mais bonita e oferece algo para fazer durante a visita. Toronto e Boston têm lindas trilhas à beira-mar que são fáceis de percorrer.

8/12 Infraestrutura Pedonal Suficiente

Para que uma cidade seja caminhável, deve haver infraestrutura para pedestres. Cidades com calçadas, ruas exclusivas para pedestres e faixas de pedestres bem conservadas fazem com que os pedestres se sintam bem-vindos e seguros. Quando é conveniente para os viajantes caminharem, uma cidade se torna automaticamente mais fácil de caminhar.

7/12 Residências próximas a escolas e empresas

As cidades que podem ser percorridas a pé têm áreas residenciais próximas às áreas comerciais. Isso significa que quando o dia de trabalho e o dia escolar terminam, uma área mantém seu sustento porque as pessoas ficam por perto. Cidades como Toronto, Nova York e Paris são ótimos exemplos disso porque há muitos apartamentos residenciais e condomínios no centro da cidade.

6/12 Um senso de segurança pública

A segurança é um fator importante em como uma cidade é caminhável para turistas, especialmente para mulheres que viajam sozinhas. Os turistas precisam sentir que podem andar de um lugar para outro sem temer assédio, furtos ou pior. É importante observar que uma cidade que pode ser percorrida durante o dia pode não ser percorrida após o anoitecer. Por isso é importante pesquisar o nível de segurança de um destino e ouvir os locais sobre onde você deve e não deve andar. Copenhague, Cingapura, Tóquio, Sydney e Toronto são alguns dos cidades mais seguras do mundo (para 2021), tornando-os altamente caminháveis ​​para os turistas. Uma cidade segura como Copenhague é fácil de percorrer a qualquer hora do dia ou da noite.

5/12 Aplicação de limites de velocidade ou áreas exclusivas para pedestres

De mãos dadas com a segurança está a aplicação de leis que especificamente mantêm os pedestres seguros. As cidades que estabelecem e impõem limites de velocidade em áreas de tráfego intenso de pedestres (como zonas escolares) tornam-se automaticamente mais atraentes para os viajantes que desejam explorar um destino a pé. Os centros das cidades ou bairros históricos que estão fora do alcance dos veículos também aumentam a capacidade de caminhar. Essas áreas se tornam um refúgio seguro para os pedestres, onde eles podem circular livremente sem se preocupar com o trânsito.

4/12 Fácil acesso a atividades recreativas

As cidades caminháveis ​​oferecem aos turistas muitas atividades, de modo que eles não estão apenas caminhando do ponto A ao ponto B, mas também descobrindo coisas ao longo do caminho. Shoppings ou bairros e parques com atividades como quadras de tênis, ciclovias e trilhas oferecem opções de entretenimento para as pessoas onde quer que estejam na cidade. Exemplos são o Harajuku District de Tóquio (para compras), o impressionante espaço verde, Stanley Parke o famoso Central Park da cidade de Nova York.

3/12 Feiras e festivais ao ar livre

Mercados ao ar livre e festivais de rua aumentam a caminhabilidade das cidades porque precisam ser exploradas a pé. Puerto Vallarta, no México, é uma ótima cidade para caminhar, e parte disso se deve à abundância de mercados ao ar livre, como o Mercado Municipal de Río Cuale e o Old Town Market Viejo Vallarta. Quer sejam mercados de artesanato, pastelaria, comida de rua ou produtos frescos, este tipo de evento atrai turistas e residentes locais a uma zona específica da cidade a pé.

2/12 Algo para descobrir

Uma cidade caminhável deve dar às pessoas um motivo para explorar a pé, o que significa que deve haver algo novo para descobrir em cada esquina. Cidades únicas têm obras de arte locais, grafites e murais pintados nas laterais dos prédios em becos, fornecendo pontos de interesse para os viajantes que estão explorando a pé. Esses são locais onde eles podem querer parar, tirar uma foto e apreciar a arte antes de seguir em frente. Cafés ao ar livre em pátios ou pátios ao ar livre fornecem o mesmo elemento de charme e descoberta. Tropeçar em um café fofo onde os viajantes podem parar por um momento para apreciar a paisagem aumenta a capacidade de caminhar de uma área.

1/12 Um extenso sistema de transporte público

As cidades caminháveis ​​normalmente têm um sistema de transporte público confiável e extenso. A razão pela qual o transporte público complementa a capacidade de locomoção é que ele permite que os residentes locais não possuam um carro enquanto moram na cidade. Portanto, as pessoas naturalmente andam mais pela cidade e usam o sistema de transporte público apenas para distâncias muito longas para caminhar. Isso significa que os viajantes que não querem dirigir ou alugar um carro em sua viagem podem se sentir confortáveis ​​andando pela cidade sabendo que, se precisarem, podem simplesmente pegar um ônibus ou trem para percorrer distâncias mais extensas.